Translate

sábado, 2 de junho de 2012

Náuseas e vômitos em pacientes diabéticos


 













O último Congresso DDW, realizado em Maio de 2012 na cidade de San Diego, Califórnia, nos trouxe temas relevantes na área da gastroenterolgia mundial. Com mais de 16 mil médicos participantes, o Digestive Disease Week foi mais uma vez um sucesso, consagrando-se como um dos maiores congressos mundiais da especialidade. Em um Simpósio instigante, foram abordadas as causas de náuseas e vômitos ( Symposium:nausea and vomiting: what’s the cause?), tema de grande importância na prática clínica diária.

O que é GASTROPARESIA?

gastroparesia é uma síndrome caracterizada por um atraso no esvaziamento gástrico, na ausência de obstrução mecânica do estômago.

Os sintomas clássicos incluem:

  • plenitude pós-prandial ( empachamento)
  • náusea
  • vômito
  • distensão abdominal
Na maioria dos trabalhos de metanálises, o diabetes é responsável por, pelo menos, 1/3 dos casos de gastroparesia. Os sintomas de gastroparesia são relatados por 5%-12% dos pacientes diabéticos.
Em estudo publicado por Parkman e colaboradores em 2011 (CGH 2011;9:1056-1064) foram relatados 254 casos de gastroparesia idiopática (sem causa definida) e 137 de gastroparesia por diabetes, sendo 78 pacientes DM tipo 1 e 59 DM tipo 2. Os pacientes diabéticos tipo 2 apresentaram sintomas de gastroparesia mais intensos do que os pacientes com gastroparesia idiopática. Além disso, foram hospitalizados mais vezes do que os pacientes com gastroparesia idiopática. Na gastroparesia diabética o vômito é o sintoma mais frequente, já na idiopática, é a dor abdominal.

Os mecanismos da gastroparesia são:
- neuropatia autonômica (vagal)
- neuropatia intrínseca
- hiperglicemia aguda do paciente diabético
- psicossomático
- iatrogênico (opiáceos, incretinas)

O não controle dos níveis glicêmicos é causa de gastroparesia.
Curiosamente, medicamentos utilizados no controle glicêmico de pacientes diabéticos, como pramlintide, exanetide e vildagliptina também podem causar gastroparesia. A sitagliptina apresenta menos efeitos na lentificação gástrica, quando comparado com exanetide , conforme estudo publicado por Berg e colaboradores (Diabetes obes metabol 2011;13:982-9). Drogas utilizadas como imunossupressores, como ciclosporina e tracolimus, bem como os opiáceos, também estão na lista dos geradores de gastroparesia.
Em estudos de cintilografia de esvaziamento gástrico com Tc99 obeservou-se que nos pacientes com gastroparesia por diabetes, após 1 hora, apenas 20% do conteúdo gástrico (sólidos e líquidos) foi esvaziado, enquanto que em um indivíduo normal, mais de 40% tinha sido esvaziado.
O esvaziamento gástrico é mais lento na gastroparesia por diabetes, do que nos casos de dispepsia funcional, ou na pós-fundoplicatura (cirurgia de correção de hérnia hiatal).
Na mesma palestra foi abordado o manejo da gastroparesia:
- restaurar hidratação e adequado nível nutricional
- controle glicêmico e eletrolítico.
O não controle glicêmico (pacientes diabéticos descompensados) é importante causa de gastroparesia. Estudos prospectivos de longo prazo, mostram que pacientes sob bom controle do nível glicêmico NÃO apresentam gastroparesia.


Conclusões:
- Pacientes diabéticos possuem um esvaziamento gástrico retardado, levando a uma lentificação do processo digestivo e aumento da incidência de náuseas e vômitos.
- O controle da glicemia, uma boa hidratação e uma dieta adequada evitam a gastroparesia. 


  

2 comentários:

  1. Os benefícios do chá de gengibre estão bem documentados e incluem o tratamento e curas para algumas doenças comuns, mas também existem algumas precauções a tomar. Um dos benefícios mais conhecidos do chá de gengibre é a sua capacidade para combater as náuseas ou enjoos. Beber uma xícara de chá de gengibre antes de viajar pode ajudar a prevenir as náuseas e vômitos associados ao movimento. Se você não bebeu chá de gengibre antes de se sentir enjoado, beber uma xícara de chá de gengibre ao primeiro sinal de náusea pode mesmo assim aliviar os sintomas.

    Tudo Sobre Chá

    ResponderExcluir
  2. E diabéticos hipertensos pode tomar chá de gengibre.

    ResponderExcluir

Esta matéria foi esclarecedora e informativa? Deixe sua opinião!